Skip to main content

STF forma maioria para descriminalizar porte de maconha; julgamento segue

O ministro Dias Toffoli enviou um adendo e justificou a mudança de voto ao Supremo Tribunal Federal (STF) nesta terça-feira (25). Com a mudança, o novo placar fica em 6 a 3, votação que forma maioria para descriminalizar o porte de maconha para consumo próprio em todo o Brasil.

No início da sessão desta terça, Toffoli explicou que seu voto na sessão anterior abrange a descriminalização de todas as drogas. Na semana passada, o ministro havia dito que seu discurso anterior abriu divergência em relação às duas teses, e por isso decidiu retificar o voto.

Agora, faltam os votos de Luiz Fux e Cármen Lúcia. Pela manifestação da maioria dos ministros que já votou, o porte de maconha continua como comportamento ilícito, mas as punições definidas contra os usuários passam a ter natureza administrativa, e não criminal. Dessa forma, deixam de valer a possibilidade de registro de reincidência penal e de cumprimento de prestação de serviços comunitários.

A Corte também vai definir na sessão de hoje a quantidade de maconha que deve caracterizar uso pessoal, e não tráfico de drogas. A medida deve ficar entre 25 e 60 gramas ou seis plantas fêmeas de cannabis.

Mais PB

Exclusivo: Nanado Alves destaca festival Acorde para a Canção e espera que o evento seja realizado todos os anos

 

O cantor e compositor Nanado Alves em entrevista ao BLOG DO FÁBIO BRITO nesta segunda, 24, falou da importância do festival “Acorde para a Canção”, que foi uma criação sua e promovido pela secretaria de cultura de Monteiro.

O festival foi mais uma novidade inserida pela prefeitura de Monteiro na programação do São João do município.

Nanado destacou a quantidade de talentos existentes no município e que precisam deste espaço.

“Esperamos que o evento possa voltar a ser realizado, e seja inserido no calendário anual, que seja bem maior, com um número maior de participações. Nós temos que ter alguma coisa assim, visto que nós temos uma grande demanda de poetas, de cantores e compositores, e artistas em geral”, afirmou Nanado Alves.

BLOG DO FÁBIO BRITO

Kiel do Acordeon destaca renovação dos talentos e crescimento dos festejos juninos de Monteiro

O cantor e músico Kiel do Acordeon destacou a renovação dos talentos de Monteiro, e o crescimento dos festejos juninos na gestão de Anna Lorena.

Em entrevista ao BLOG DO FÁBIO BRITO, Kiel destacou a importância do surgimento de nomes como Arthurzinho do acordeon, que fez uma ponta em seu show nesta segunda, no sítio São Francisco, promovendo a renovação da cultura e do talento monteirense.

“Fiz questão de o convidar não como membro da minha banda, mas pelo seu talento, um destaque especial. Quando eu cheguei aqui nós tínhamos poucos sanfoneiros nessa faixa de idade, com 17 anos naquela época, e eu vejo com bons olhos, aprecio e sou parceiro desses jovens artistas, por que o artista que não dá a mão aos jovens artistas que vão surgindo, nunca será um representante de Luis Gonzaga”, cravou Kiel.

Sobre o crescimento do São João de Monteiro, Kiel parabenizou a prefeita Lorena e sua equipe.

“A gestão de Monteiro é uma gestação de grandes projetos que se consolidaram, a exemplo deste São João, que é um dos maiores do estado, e a prefeita Lorena acerta mais uma vez ao trazer de volta grandes artistas da cidade, (Magníficos e Flávio José), e eu quero mais uma vez agradecer também, a oportunidade”, encerrou o músico.

BLOG DO FÁBIO BRITO

São João diferente: Pré-candidato Paulo Sérgio troca participação nos festejos por visitas à correligionários e busca por recursos

Definitivamente, a batida da zabumba do vereador Paulo Sérgio neste São João tem sido em um compasso muito diferente.

Enquanto a maioria dos pré-candidatos a vereador e outros cargos de Monteiro, estão gastando a sola das botas durantes os festejos juninos desde o início do mês, Paulo  adotou uma tática diferente.

Pré-candidato à reeleição pelo PP, Paulo Sérgio trocou as quadrilhas de rua, e as noites de sítio São Francisco, pelas visitas às famílias de correligionários, de residência em residência.

Paulo Sérgio tem visto sua pré-campanha manter a base vitoriosa da eleição de 04 anos atrás e ampliar o número de eleitores que aderem ao seu projeto.

O atual vereador também aproveitou o período para realizar uma visita de trabalho à uma das principais lideranças da política paraibana, o deputado federal Aguinaldo Ribeiro, visita na qual, conseguiu angariar a confirmação de investimentos na ordem de 1 milhão e meio de reais para serem investidos no campus de Monteiro do IFPB e em perfuração de poços artesianos na zona rural.

BLOG DO FÁBIO BRITO

Inauguração do Feitosão terá cerca de 60 craques no 1º encontro dos ex-atletas da Socremo na próxima sexta

IMG-20240624-WA0004-602x400 Inauguração do Feitosão terá cerca de 60 craques no 1º encontro dos ex-atletas da Socremo na próxima sexta
Os desportistas monteirenses, em especial os torcedores da Socremo vão ganhar um grande presente na próxima sexta feira, 28, aniversário de emancipação política de Monteiro.
A Prefeitura Municipal através da Secretaria de Esportes, em parceria com a atual diretoria do gavião do Cariri estão preparando o 1º Encontro de ex-atletas da Socremo e comemoração do campeonato paraibano da 2ª divisão.
O grande evento reunirá cerca de 60 ex-atletas que vestiram a camisa tricolor da Socremo, tanto de Monteiro como de várias outras cidades e estados, e marcará também a inauguração oficial do estádio O Feitosão.
Esta reforma foi viabilizada através de recursos oriundos de emendas do deputado federal Wellington Roberto, recursos municipais e parceria com o governo do estado.
PROGRAMAÇÃO
A grande festa cujo horário será confirmado durante a semana, fará parte de uma grande programação de eventos e inaugurações que a gestão municipal vai realizar na próxima sexta em alusão ao aniversário do município.
Os atletas farão uma partida amistosa para marcar o reencontro, onde serão recepcionados pela torcida e pela gestão municipal para ser devidamente homenageados e receber o carinho de todos os monteirenses.
Haverá também o momento da inauguração oficial da reforma do novo Complexo Esportivo Inácio José Feitosa. Após a partida ainda haverá uma feijoada comemorativa que será realizada na chácara do vice-prefeito Celecileno Alves.
A hospedagem e alimentação dos atletas que virão de outras cidades ficará por conta da prefeitura de Monteiro.
OS CRAQUES
De acordo com a atual diretoria do clube, que é composta pelos ex-atletas Luciano e Sinval, Nilson Kiko e Rinaldo, já tem presença confirmada na partida craques como: Célio, Gilson Jacaré, Marcio Paraíba, Edvan, Capá,Janilson, Juninho Petrolina, Zé Preá, Everaldo, Zé Orlando, Walter Sanharó, China, além de pratas da casa como Silvano, Balú, Sinval, Nilson Kiko, Nilson de Raé, Rinaldo, Luciano, Dé de Chico, João Carlos, Pedrinho, Alfredo, Bolachinha, Toinho Cachoeira, Vona, Nenen de Serafim, Givinha, Bacural, Lécio, entre outros cerca de 60 atletas que já confirmaram presença.
IMG-20240624-WA0005-602x400 Inauguração do Feitosão terá cerca de 60 craques no 1º encontro dos ex-atletas da Socremo na próxima sexta
OPIPOCO

65 ANOS: Gestão de São Sebastião do Umbuzeiro entrega novos veículos à população

A cidade de São Sebastião do Umbuzeiro, sob a administração do Prefeito Adriano Wolff, celebrou um importante avanço na área de saúde e mobilidade urbana com a entrega de novos veículos à população. Nesta ocasião, foram entregues uma ambulância e um Fiat Mobi, ambos destinados a melhorar a qualidade dos serviços públicos oferecidos à comunidade.

O Prefeito Adriano Wolff destacou a importância dessa aquisição, ressaltando o compromisso de sua gestão em promover melhorias contínuas e investir em infraestrutura que beneficie diretamente os cidadãos.

Ambulância: um reforço vital para a Saúde

A nova ambulância representa um reforço essencial para o sistema de saúde municipal. Equipado com tecnologia de ponta e recursos necessários para atendimentos de emergência, o veículo permitirá um atendimento mais ágil e eficiente aos pacientes. Com essa aquisição, espera-se reduzir o tempo de resposta em situações críticas, oferecendo maior segurança e suporte aos moradores de São Sebastião do Umbuzeiro.

Fiat Mobi: mobilidade e agilidade no atendimento

O Fiat Mobi será utilizado para diversas finalidades administrativas e operacionais da gestão municipal. Sua versatilidade e economia de combustível o tornam ideal para deslocamentos rápidos e eficientes dentro da cidade, facilitando o trabalho das equipes de diversas secretarias. Este veículo contribuirá para uma gestão mais ágil e presente em todas as áreas do município.

Compromisso com o bem-estar da população

Durante a entrega, o Prefeito Adriano Wolff reafirmou seu compromisso com o bem-estar e a qualidade de vida da população de São Sebastião do Umbuzeiro. “Estamos trabalhando arduamente para garantir que nossa cidade tenha os melhores serviços e infraestrutura. A entrega desses veículos é apenas mais um passo em nosso compromisso de oferecer um atendimento digno e eficiente a todos os cidadãos”, declarou.

Essa iniciativa faz parte de um conjunto de ações da atual gestão para modernizar a frota municipal e assegurar que os serviços públicos atendam às necessidades da população com qualidade e eficiência.

A entrega da nova ambulância e do Fiat Mobi simboliza um progresso significativo e um futuro promissor para São Sebastião do Umbuzeiro, refletindo o esforço contínuo da administração de Adriano Wolff em proporcionar melhorias concretas para a cidade.

Com Politica Paraíba

Dr. Romualdo surpreende e emplaca pré-candidata a vice-prefeita na chapa de Márcio Leite, em São João do Tigre

O deputado estadual, Dr. Romualdo, mostrou que é bom de articulação e com isso tem ampliado sua base política na região do Cariri. A mais recente articulação foi a indicação da pré-candidata a vice-prefeita, na chapa de Márcio Leite, prefeito de São João do Tigre. Romualdo indiciou o nome de Aucilene (MDB), esposa do vereador, Alessandro, como pré-candidata vice-prefeita.

Com isso, uma grande aliança foi firmada entorno de uma única pré-candidatura majoritária no município. 

Dr. Romualdo, afirmou que a aliança foi selada e que o MDB vai dar sua contribuição no segundo governo de Márcio Leite e um projeto de muito trabalho será colocado em prática, a partir dessa aliança. Agora será um único time trabalhando pelo bem de São João do Tigre”. 

De Olho no Cariri

Blog do Bruno Lira 

Granizo do tamanho de um ovo é registrado em tempestades no RS

Moradores registram granizo do tamanho de ovos durante temporal no RS

 

Pedras de granizo do tamanho de ovos foram registrados no Rio Grande do Sul durante o temporal que atingiu o estado na noite deste domingo (23/6). Moradores registraram o ocorrido.

Em Arroio do Tigre, na região Central, a prefeitura afirma que houve “prejuízo enorme” e estima que “praticamente 90%” da cidade tenha sido atingida. Sobradinho, município vizinho, também registrou transtornos.

Em Bento Gonçalves, região serrana do RS, houve destelhamentos. De acordo com a prefeitura, cerca de 50 residências foram afetadas. Equipes foram acionadas para fazer a limpeza e desobstrução de bocas de lobo, entupidas com folhas e granizo.

Em Campo Bom, o fenômeno foi percebido nos bairros Colina Deuner, Firenze e Jardim do Sol.

Além do granizo

Conforme a Climatempo, nesta segunda-feira (24/6), o sistema de tempestades continua se deslocando pela costa da região, intensificando a chuva nas regiões noroeste, norte e serra. A previsão é de temporais e chuva volumosa, com risco de transtornos significativos.

Ao mesmo tempo, as áreas da fronteira oeste, campanha e sul do estado devem ter o retorno do sol, apesar da variação de nuvens.

Em relação a queda na temperatura, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) alerta para o declínio de temperatura em todo o estado até terça-feira (25/6). Na metade norte do RS, o declínio deve ser entre 3ºC e 5ºC. Já na metade sul, o aviso é de um declínio maior que 5ºC.

Frente fria

Ainda segundo a Climatempo, na terça-feira (25/6), a campanha gaúcha pode começar com geada e temperaturas em torno de 4 °C em Bagé. Nas Missões, há previsão de pancadas de chuva a qualquer hora. No norte do estado, o risco de temporais diminui, com possibilidade apenas de garoa ao longo do dia.

Já na quarta-feira (26/6), uma nova área de baixa pressão deve se formar próxima à costa, associada a uma frente fria, trazendo chuva para grande parte do estado gaúcho.

Na quinta-feira (27/6) deve acontecer uma queda significativa nas temperaturas no Rio Grande do Sul com o afastamento da frente fria em direção ao sudeste, quando uma nova massa de ar frio de origem polar ingressa sobre o sul do Brasil.

COM INFORMAÇÕES METRÓPOLES 

Justiça Federal libera pagamento de R$ 2,4 bi em atrasados do INSS e precatórios

Imagem ilustrativa (Foto: reprodução)

O Conselho da Justiça Federal (CJF) liberou o pagamento de R$ 2.399.363.499,98 para atrasados do INSS (Instituto Nacional de Seguridade Social) e outros tipos de precatórios referentes a decisões judiciais do mês de maio deste ano.

Esses valores são para pagar quantias impostas em decisões definitivas em matérias assistenciais e previdenciárias, tais como quem pediu e ainda não recebeu benefícios do INSS, pensões e auxílio-doença. Eles são chamados de pagamentos de Requisições de Pequeno Valor (RPV).

A quantia liberada também vai cobrir pagamentos de outras decisões judiciais contra órgãos do governo, sendo uma das mais comuns aquelas em que servidores demandam órgãos da União por valores incorretos em seus salários ou outras quantias, conhecidos pela sigla PRC (Pagamento de Precatórios).

Segundo informações divulgadas pelo conselho no dia 20 deste mês, os valores atendem a um total de 208.239 beneficiários, que entraram com 163.849 processos.

Eles são separados por dois tipos:

Quem receberá os valores?

Beneficiários dos chamados atrasados, autores de decisões judiciais requisitando benefícios assistenciais e previdenciários, tais como pensões e auxílio-doença.

Eles também vão cobrir outras decisões judiciais contra órgãos do governo, tais como o de servidores pedindo correção de valores trabalhistas.

Como fico sabendo o valor e se irei receber?

Em geral, os segurados já contam com advogados, que acompanham o processo na Justiça. Eles e os próprios autores das ações já sabem se é a demanda requer pequenos valores ou se são precatórios.

Mesmo antes do fim do processo, ambos já têm acesso aos valores, já que são feitos cálculos para isso antes da expedição da ordem de pagamento.

Qual é a diferença de precatório e Requisição de Pequeno Valor?

Segundo definição do Conselho da Justiça Federal, o precatório é emitido nos casos de condenações contra a Fazenda Pública e envolvem valores acima de 60 salários mínimos. Abaixo desse limite eles são classificadas como Requisições de Pequeno Valor.

Quando e como os valores serão pagos?

Segundo nota emitida pelo Conselho da Justiça Federal, cabe a cada Tribunal Regional Federal (TRF) estabelecer seu cronograma próprio e como serão feitos os depósitos financeiros liberados.

São eles que darão a informação ao beneficiário sobre como deve ser a busca pelos pagamentos das Requisições de Pequeno Valor e dos precatórios.

A legislação prevê que as Requisições de Pequeno Valor devem ser pagas em até 60 dias contados a partir da data da expedição da ordem de pagamento pela Justiça. Ou seja, até no máximo o final de julho deste ano, já que as decisões são referentes a maio.

Pela regra, no caso dos precatórios, os valores poderão ser pagos até o final do exercício seguinte à sua expedição, desde que obedeça o limite disponível no orçamento da unidade da federação devedora.

Com isso, quem teve decisão expedida em maio deste ano de 2024, na melhor das hipóteses, vai receber até o final de 2025.

Fonte: CNN Brasil

Sonda chinesa retorna à Terra com amostras históricas do lado oculto da Lua

O módulo de reentrada da histórica missão lunar Chang’e-6 da China pousou na Terra em 25 de junho de 2024Reprodução/ CCTV

O módulo lunar Chang’e-6 da China regressou à Terra nesta terça-feira (25), completando com sucesso a sua missão histórica de recolher as primeiras amostras do outro lado da Lua, num grande passo em frente para o ambicioso programa espacial do país.

O módulo de reentrada “pousou com sucesso” em uma zona designada na região norte da Mongólia, no norte da China, pouco depois das 14h (horário local), de acordo com a emissora estatal CCTV.

Uma transmissão ao vivo transmitida pela CCTV mostrou o módulo pousando de paraquedas e recebendo aplausos na sala de controle.

“A missão de exploração lunar Chang’e-6 foi um sucesso total”, disse Zhang Kejian, chefe da Administração Espacial Nacional da China (CNSA), na sala de controle.

Uma equipe de busca localizou o módulo minutos após seu pouso, segundo a CCTV. A transmissão ao vivo mostrou um trabalhador verificando o módulo, que estava em um pasto ao lado de uma bandeira chinesa.

A missão bem-sucedida é um marco fundamental no “sonho eterno” da China – conforme articulado pelo líder chinês Xi Jinping – de estabelecer o país como uma potência espacial dominante e ocorre no momento em que vários países, incluindo os Estados Unidos, também intensificam seus próprios programas de exploração lunar.

Pequim planeja enviar astronautas à Lua até 2030 e construir uma base de investigação no polo sul lunar – uma região que se acredita conter água gelada, onde os EUA também esperam estabelecer uma base.

Espera-se que a sonda Chang’e-6 tenha retornado à Terra com até 2 quilogramas de poeira lunar e rochas do outro lado lunar, que serão analisadas por pesquisadores na China antes de serem abertas ao acesso de cientistas internacionais, segundo o CNSA.

Os resultados da análise das amostras podem ajudar os cientistas a analisar a evolução da Lua, da Terra e do sistema solar – ao mesmo tempo que ajudam o objetivo da China de utilizar os recursos da Lua para aprofundar a sua exploração, dizem os especialistas.

As amostras foram coletadas usando uma broca e um braço robótico em um local dentro da extensa bacia do Polo Sul-Aitken, uma cratera de impacto formada há cerca de 4 bilhões de anos no outro lado da Lua, que nunca é visível para a Terra.

Um ascensor então os levantou da superfície lunar e os transferiu em órbita lunar para um veículo de reentrada, que então viajou de volta à Terra após se separar de seu orbitador lunar.

O progresso da Chang’e-6 – a missão tecnicamente mais complexa da China até à hoje – tem sido acompanhado com intenso interesse no país desde o seu lançamento em 3 de maio.

No início deste mês, imagens do módulo lunar exibindo a bandeira chinesa e parecendo ter perfurado o caractere “zhong” – abreviação de China – na superfície lunar se tornaram virais nas redes sociais chinesas.

O retorno do módulo lunar nesta terça-feira também ocorre depois que supostos destroços de um foguete chinês separado foram vistos caindo no solo no sudoeste da China no sábado, deixando um rastro de fumaça amarela brilhante e fazendo os moradores correrem, de acordo com vídeos nas redes sociais chinesas e enviados à CNN por uma testemunha local.

“Tesouro” do lado oculto

O lado oculto da Lua tem sido um ponto de fascínio para os cientistas desde que o observaram pela primeira vez em imagens granuladas a preto e branco captadas pela sonda Luna 3 da União Soviética em 1959 – e perceberam o quão diferente era do lado voltado para a Terra.

Ausentes estavam os mares lunares, ou grandes planícies escuras de lava resfriada que marcam grande parte do lado próximo da lua. Em vez disso, o outro lado parecia mostrar um registo de impacto – coberto por crateras de diferentes tamanhos e idades.

Décadas mais tarde, e cerca de cinco anos desde que a missão Chang’e-4 fez da China o primeiro e único país a completar uma alunissagem suave no outro lado do satélite natural, cientistas tanto da China como de todo o mundo têm grandes esperanças nas informações que podem ser recolhidas das amostras.

“É uma mina de ouro… um baú de tesouro”, disse James Head, professor de geociências planetárias na Universidade Brown, que, juntamente com cientistas europeus, colaborou com cientistas chineses na análise de amostras da missão Chang’e-5 que retornou amostras do lado próximo.

“Cientistas internacionais estão totalmente entusiasmados com a missão”, disse ele.

Head apontou para a destruição de muitas pistas da história evolutiva devido à mudança nas placas tectônicas da Terra e à erosão que obscureceu os primeiros bilhões de anos do planeta, incluindo o período em que a vida surgiu.

“A Lua é realmente a pedra angular para a compreensão de que, porque a sua superfície não tem placas tectônicas – é na verdade um registo congelado de como era no nosso início do sistema solar”, disse ele, acrescentando que a compreensão da composição da Lua pode não só ajudar a nossa compreensão do passado, mas também da exploração futura do sistema solar.

Embora o foco declarado da missão Chang’e-6 sejam essas questões científicas mais amplas, os especialistas dizem que a análise da composição e das propriedades físicas das amostras também pode ajudar a avançar nos esforços para aprender como usar os recursos da Lua para futuras explorações lunares e espaciais.

“A missão [Chang’e-6] está focada em responder a questões científicas específicas, mas os solos lunares recolhidos na missão podem apoiar a utilização futura de recursos”, disse Yuqi Qian, geólogo planetário da Universidade de Hong Kong.

O solo lunar poderia ser usado emimpressão 3D para produzir tijolos para a construção de bases de pesquisa na Lua, enquanto alguns cientistas já estavam trabalhando na descoberta de tecnologias mais econômicas e práticas para extrair gases como o hélio-3, oxigênio e hidrogênio do solo, o que poderia apoiar uma maior exploração lunar, disse ele.

Assim que receberem as amostras, espera-se que os cientistas chineses partilhem dados e realizem pesquisas conjuntas com parceiros internacionais, antes que Pequim posteriormente abra as amostras para acesso por equipes internacionais, de acordo com declarações de responsáveis ​​da CNSA.

As equipas internacionais tiveram de esperar cerca de três anos para solicitar acesso às amostras da missão Chang’e-5, mas algumas das primeiras pesquisas publicadas sobre essas amostras foram de equipes de cientistas chineses e internacionais.

Corrida para a lua

A Chang’e-6 – a sexta de oito missões programadas da série Chang’e – é amplamente vista como um importante passo em frente no objetivo da China de colocar astronautas na Lua nos próximos anos.

“Cada etapa do processo da missão de retorno de amostras é exatamente o que você precisa fazer para pousar humanos na Lua e retornar”, disse Head.

“Não deveria passar despercebido a ninguém que, embora, por um lado, esta seja uma missão científica, os aspectos de comando e controle são exatamente o que você precisa para a exploração humana lunar, bem como coisas tal como o retorno de amostras de Marte.”

As ambições da China de enviar astronautas à Lua surgem num momento em que os EUA pretendem lançar uma missão tripulada “Artemis” já em 2026 – naquela que seria a primeira tentativa desse tipo da América em mais de 50 anos.

O chefe da NASA, Bill Nelson, pareceu apontar o ritmo da China como um motor do progresso dos EUA, dizendo aos legisladores em abril que os dois países estavam “na prática… numa corrida”.

“Minha preocupação é que eles [cheguem ao polo sul] primeiro e depois digam: ‘esta é a nossa área, você fica de fora’, porque o polo sul da lua é uma parte importante… Achamos que há água lá e se há água e depois há combustível para foguetes”, disse Nelson.

A China tem procurado dissipar as preocupações sobre as suas ambições, reiterando a sua posição de que a exploração espacial deve “beneficiar toda a humanidade” e recrutando ativamente países parceiros para a sua planejada estação internacional de investigação lunar.

Os EUA e a China não estão sozinhos na atenção ao prestígio nacional, aos potenciais benefícios científicos, ao acesso aos recursos e à maior exploração do espaço profundo que as missões lunares bem-sucedidas poderiam trazer.

No ano passado, a Índia aterrou a sua primeira nave espacial na Lua, enquanto a primeira missão lunar da Rússia em décadas terminou em fracasso quando a sua sonda Luna 25 colidiu com a superfície lunar.

Em janeiro, o Japão se tornou o quinto país a pousar uma espaçonave na Lua, embora seu módulo de pouso Moon Sniper enfrentasse problemas de energia devido a um ângulo de pouso incorreto.

No mês seguinte, a IM-1, uma missão financiada pela NASA e projetada pela empresa privada Intuitive Machines, com sede no Texas, pousou perto do polo sul lunar.

A China está programada para lançar sua missão Chang’e-7 para a região lunar do polo sul em 2026, enquanto a Chang’e-8 será lançada em 2028 para realizar testes destinados à utilização de recursos lunares em preparação para a estação de pesquisa lunar, disseram autoridades espaciais chinesas no início deste ano.

CNN BRASIL